sábado, 8 de julho de 2017

Mais uma CF2 !

Já que trouxe aqui, há alguns dias atrás, a CF2C por causa do Mário Duarte Santos, alentejano de Odemira, lembrei-me de trazer aqui também a CF2B que fez comissão em Moçambique entre 1967 e 1969.
Várias coisas me motivaram a fazê-lo. Uma delas é o nome Belo que é comum a um camarada da CF8, António Lemos Lopes Belo, infelizmente já falecido, e ao António Júlio Cepinha Belo (no livro dos fuzileiros aparece como Espinha), por alcunha «O Montijo» desta CF2 aqui em causa.
Uma segunda coisa é a história do Jorge Inês (848/64) que repetiu a comissão na CF2C que se seguiu a esta e que um dia, já muito distante entrou em contacto comigo por ter lido algumas das publicações minhas no blog da CF2 (antigo) e me contou que morava ao pé da estação, em Olhão, e marcámos um encontro para quando eu fosse ao Algarve, coisa que nunca aconteceu.
E, como não há duas sem três, os filhos da minha escola, alguns com alcunhas caricatas, como o Presunto e o Toucinho, o Chamusca, o Vitorino e o Bráulio, entre outros. E ainda o Sargento Estríbio, um dos instrutores da Escola de Fuzileiros do tempo da minha recruta.
E depois há ainda  a história das fotos que vão sendo publicadas no Facebook e que nos fazem recordar certas memórias. As colunas entre Meponda e o Catur e as "camionetas" da Marinha que garantiam o abastecimento do nosso paiol de géneros, sem esquecer os seus condutores. Ora vejam:


O, acima referido, António Belo (à esquerda).
Foto retirada da sua conta no Facebook.


E aqui a mesma camioneta, onde aparece o Tony,
por alcunha «O Conquistador» (à direita) e que,
infelizmente também já não está entre nós.

Como vêem há sempre algo que nos liga, a começar pelo guião da Companhia que nos acompanhou a todos na viagem de ida e volta a Moçambique.

3 comentários:

  1. Dizem que os marinheiros,
    seja na terra ou seja no mar
    de que são sempre os primeiros
    mas do eu não foram a comentar!

    ResponderEliminar
  2. E depois de ti não apareceu mais nenhum! Deve estar um nevoeiro do caraças e não me conseguiram encontrar.

    ResponderEliminar
  3. Bem aí podem esperar,
    por quem não se base quando chega
    o melhor é irem deitar
    o esqueleto em cima da enxerga!

    ResponderEliminar

Sem o vosso comentário o blog não tem qualquer valor